Cuidado no retorno às atividades

Cuidados no retorno ao trabalho presencial na pandemia

A pandemia não acabou, mas, após a vacinação, algumas empresas retomaram às atividades presenciais ou têm data marcada para retorno. Importante frisar que isso não significa que o vírus parou de circular, sendo necessário medidas de higienização mais rigorosas a fim de evitar o contágio e uma nova onda de surto. Por exemplo, o uso de álcool em gel pelos trabalhadores, limpeza com hipoclorito nas máquinas e equipamentos de proteção individual, aferir a temperatura na entrada do ambiente de trabalho para que se haja um controle de quem possa apresentar sintomas, dentre outras recomendações da Organização Mundial da Saúde.

Medidas de segurança para um retorno seguro na pandemia

• Uso obrigatório de máscaras
É importante que cada funcionário utilize máscara cirúrgica (N95 e PFF2) e faça uma troca periódica. Com muitas horas de uso, essa proteção tende a ficar úmida ou molhada, isso é um sinal de que deve ser trocada.

• Mantenha o ambiente de trabalho limpo.
As superfícies de contato, as mesas e as estações de trabalho precisam ser higienizadas com frequência. É necessário preparar uma solução com água sanitária, desinfetante ou multiuso, bem como álcool 70%, para a realização da limpeza.

• Higienização das mãos
Funcionários e clientes devem ser estimulados a higienizar as mãos da forma correta. Para isso, coloque cartazes informativos com as devidas orientações, bem como é necessário disponibilizar álcool em gel 70% ou pias com água e sabão. É importante manter os recipientes de álcool e sabão sempre abastecidos, assim como disponibilizar papel toalha e uma lixeira com pedal.

• Mantenha a distância
É fundamental que haja um distanciamento social, por isso, é importante que tenha uma reorganização das estações e posições de trabalho, de modo que cada pessoa consiga ficar distante uma da outra cerca de 2 metros.

• Mantenha o ambiente arejado
É essencial que o ambiente de trabalho tenha um fluxo de ar. Locais fechados e com ventilação crítica aumenta a concentração do vírus, ampliando o risco de contaminação, bem como dificultando a troca do ar no ambiente. Caso o local tenha janelas, deixe-as abertas. Se algum funcionário estiver tossindo, apresentar febre alta ou qualquer outro sintoma, é necessário que seja encaminhado para o médico e retome o trabalho remoto, até que se reestabeleça.

Compartilhe