Por que é preciso manter as medidas de segurança, mesmo depois de ter me vacinado contra a Covid-19?

É preciso entender que a vacina não protege de imediato. Após tomar a dose é preciso esperar pelo menos 15 dias para que o imunizante tenha eficácia. A vacina é composta por um antígeno, que aplicado no corpo produz uma resposta imunológica, fazendo com que o corpo reconheça o vírus e produza anticorpos para se defender dele. Assim, se a pessoa voltar a ter contato com o vírus, o sistema imunológico sabe quais os anticorpos que precisa para combatê-lo de forma eficiente.

A vacina não impede a circulação do Sars-Cov-2. Quem já se vacinou ainda pode carregar o vírus e transmiti-lo para uma pessoa que não tenha sido imunizada. Por isso usar a máscara e manter o distanciamento é muito importante. As máscaras profissionais PFF2 e N95 possuem melhor adesão ao rosto, além de boa vedação para a filtragem do ar, sendo recomendadas até para uso fora do ambiente hospitalar.

Mesmo quem já contraiu o coronavírus precisa ser vacinado. Isso porque não se sabe ao certo por quanto tempo o organismo fica protegido pela infecção. Existem casos de pessoas que foram reinfectadas pelo coronavírus. Entretanto, se a pessoa estiver com a Covid-19 quando chegar sua hora de ir vacinar, ela deve aguardar a recuperação total, ou contar quatro semanas após o início dos sintomas. Nos quadros assintomáticos, também vale esperar as quatro semanas após a confirmação laboratorial antes de tomar a vacina.

Compartilhe