SBI, SBIm e SBP tornam público parecer favorável à vacinação de crianças contra a Covid-19

As sociedades brasileiras de Infectologia, Imunizações e Pediatria divulgaram hoje, 21/12, o parecer encaminhado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mostrando que são favoráveis à imunização de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19. A vacinação foi aprovada na semana passada pela Anvisa, mas ainda não conta com o aval do Ministério da Saúde.

Na nota as entidades explicam que os benefícios com a imunização do público infantil superam eventuais riscos. O documento reúne informações sobre o impacto da Covid-19 no grupo etário, faz uma avaliação de potenciais benefícios e riscos da vacinação infantil e apresenta as condições a serem cumpridas pela fabricante após a aprovação. A SBI, SBIm e SBP manifestam-se favoráveis à autorização, por entenderem que os benefícios da vacinação na população de crianças de 5 a 11 anos, com a vacina Comirnaty (Pfizer), no contexto atual da pandemia, superam os eventuais riscos associados à vacinação.

Conforme as entidades, existem estudos publicados que mostram que, após duas doses da vacina Comirnaty, crianças de 5 a 11 anos apresentaram uma resposta de anticorpos neutralizantes em concentrações semelhantes às observadas em adolescentes e adultos com idades entre 16 e 25 anos, o que preenche os critérios de demonstração de não inferioridade.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA: srgi.org.br/vacina-criancas.pdf.

Compartilhe