Volta às aulas e cuidados redobrados contra o coronavírus

As aulas presenciais estão sendo retomadas no Brasil. E com a pandemia o retorno dos alunos às escolas se tornou um grande desafio. Além do cumprimento dos protocolos necessários, se tornou indispensável uma ampla conscientização sobre a Covid-19 que envolve pais e alunos.

Algumas orientações no retorno às aulas presenciais:

– Respeitar o distanciamento de pelo menos 1,5m entre você e seu colega;

– Lavar as mãos com água e sabão ou higienizar com álcool em gel a 70%;

– É obrigatório o uso de máscaras por todos os alunos e colaboradores da escola. O ideal é que cada um traga máscaras extras para serem trocadas a cada três horas, durante a permanência na escola.

– Com o retorno às aulas presenciais, o ar-condicionado não deve ser usado. É essencial que as janelas das salas de aula fiquem bem abertas para que haja circulação de ar, o que ajuda a evitar a propagação do vírus.

– É importante que alunos e colaboradores não compartilhem objetos uns com os outros. Superfícies contaminadas de celulares, brinquedos e objetos em geral ajudam a espalhar o vírus.

– A etiqueta respiratória consiste em não usar as mãos na hora de tossir ou espirrar. O ideal é o uso de um lenço, que deve ser descartado no lixo. Também é possível tossir ou espirrar na parte interna do braço.

– Os pais deverão informar imediatamente à escola se algum membro da família apresentar sintomas de covid-19 para que outros estudantes possam ser monitorados.

A Sociedade Brasileira de Pediatria publicou, recentemente, um documento com orientações de retorno às escolas. O conteúdo pode ser acessado no link: sbp.com.br/fileadmin/user_upload/22896d-NC_-_Retorno_Seguro_nas_Escolas.pdf.

Compartilhe